Você é jornalista? Não?

A pior coisa que você pode fazer neste momento é ficar assistindo noticiários e lendo matérias alarmistas a todos momento. Lembre-se que esse é o trabalho da imprensa. Eles estão achando ótimo que você, eu e todos os demais brasileiros estejam loucos por informação. Audiência = Poder/Dinheiro.

Tenso isso em mente eles vão fazer de tudo para te impressionar e te deixar alarmado querendo sempre saber a nova notícia. Já percebeu que o título de uma revista nunca te da a resposta? Por exemplo: Fulano de tal revela o motivo de sua internação. Você vai querer acessar pra saber o que o fulano de tal tem. Isso é proposital…. “Fulano de tal posta foto que choca a internet”.

O nome disso é headline ou manchete e é pensada pra gerar curiosidade. O problema é que em momentos de crise como este, onde as possibilidades negativas são reais e estão batendo a porta de todos, entrar em uma espiral de notícias ruins te fará não agir. Sim, você literalmente não vai fazer ou falar mais nada se não sobre Corona Vírus.

Um conselho de amigo? Você já sabe como se prevenir contra o vírus? Sabe os sintomas? Sabe que uma vacina vai demorar? Show de bola! Esqueça ele! Simples assim.. Se conseguir não toque mais no assunto e passe a tocar sua vida novamente. Se uma cura surgir, se uma vacina surgir, você vai ficar sabendo. Se você não conseguir fazer isso, limite-se a ver as “novidades” uma vez por dia e ponto final.

Empreendedores precisam manter a saúde mental para continuar produzindo, continuar tendo idéias e principalmente, ter força para agir. Logo, precisamos sim conhecer o perigo, saber que ele existe e como nos proteger dele de alguma forma. Mas ficar falando, ouvindo, brigando e debatendo sobre o bendito vírus não vai acelerar a criação da vacina ou de uma cura.

Faça isso para o seu bem. Se você não é um jornalista, esqueça as notícias em ao menos 98% do seu dia.

O restante do seu dia use para produzir, se possível, estudar e preparar anúncios, postagens e ações que possam te garantir mais vendas agora e no futuro. Calma que isso também passa… E quando passar quero que tenha orgulho de você mesmo.

Amanhã que tal falarmos sobre possíveis alternativas fora do nosso ramo?